Nó de marinheiro: Aprenda os 5 nós básicos que todo marinheiro precisa saber!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O que você vai ler neste post?

no-de-marinheiro

O nó de marinheiro é conhecido por ser bastante firme e eficiente. Saber como dar nó de marinheiro não é para qualquer um, pois esse tipo de nó parece um grande enigma, sendo uma verdadeira arte entre os apaixonados pela vida náutica. 

Mas saiba que essa é uma habilidade muito importante para quem gosta de se aventurar em alto mar. Saber como fazer um nó de marinheiro firme e com precisão, poderá te ajudar em situações em alto mar e até mesmo em terra firme. Por isso, trouxemos o passo a passo de 5 nós básicos que todo marinheiro precisa saber. Confira todos eles a seguir.

como-fazer-no-de-marinheiro
Saiba como fazer nó de marinheiro com essas dicas!

Como fazer nó de marinheiro?

Se você quer aprender a arte de fazer nós como um verdadeiro marinheiro, veja a seguir como é feito os 5 nós básicos do mundo náutico. 

1. Nó em oito

Esse é um nó de marinheiro bastante simples, mas que gera um grande bloqueio. Sua principal característica é o formato do número oito, que dá origem ao nome do nó. Já o objetivo desse nó é impedir que cabos e cordas escapem de dispositivos de retenção. 

Embora seja um nó muito firme, ele também é fácil de desfazer se você precisar soltá-lo rapidamente. Confira o passo a passo:

  1. Estique a corda e pegue uma das pontas
  2. Passe-a por cima da parte que permanece esticada formando um pequeno círculo
  3. Depois passe a ponta por baixo da parte esticada, formando outro pequeno círculo
  4. Agora pegue a ponta e passe por dentro do primeiro círculo
no-em-oito
Nó em oito: um dos mais simples de fazer

Leia também: Conheça o Wakeboard, um esporte aquático muito divertido!

2. Nó volta do fiel

O nó volta do fiel é comumente utilizado para atracar o barco, especialmente à noite quando a visibilidade é menor. Com esse nó você pode unir a popa ou proa às estacas do cais, garantindo que a embarcação fique bem presa. Você também encontrará esse nó com frequência ao redor da escada de natação e dos trilhos.

Esse nó é muito fácil de ser feito e fácil de ser desfeito, caso você precise agir com rapidez. Mas exige uma certa pressão para ser desamarrado. Confira o passo a passo:

  1. Passe uma das pontas da corda em torno do objeto que será usado para amarrar
  2. Faça a volta completa e cruze por cima da corda dando mais uma volta
  3. Para concluir a volta coloque a ponta embaixo da corda e puxe fazendo uma leve pressão
no-volta-do-fiel
Nó volta do fiel: pode ser desfeito facilmente

3. Nó direito

O nó direito é um dos nós mais conhecidos no mundo inteiro, sendo útil para marinheiros e para a vida cotidiana. Esse nó é perfeito para unir duas cordas, desde que elas tenham a mesma espessura. Também pode ser usado para unir as duas pontas da mesma corda, caso seja necessário fazer essa união. 

Um exemplo de utilização desse nó é quando a corda não possui o tamanho necessário e é preciso alongá-la. Outra situação comum é quando a corda arrebenta e é preciso “remendá-la”. Outro nó utilizado para essa situação é o nó Zepelim, porém, é muito mais complicado. 

Mas é importante não confundir o nó direito com o nó de ladrão ou nó cedo. Embora sejam parecidos, esse nó que ensinaremos é mais forte, ideal para as situações que mencionamos antes. Confira o passo a passo:

  1. Coloque uma corda ao lado da outra ou uma ponta ao lado da outra
  2. Passe uma ponta embaixo da corda e depois a outra ponta embaixo da outra corda
  3. Una as duas pontas colocando uma em cima da outra
  4. Passe a ponta que está em cima dentro da ponta debaixo 
  5. Puxe ambas as pontas com uma leve pressão
no-direto
Nó direto: é o mais conhecido entre os marinheiros

Leia também: Moto aquática, saiba tudo sobre essa embarcação!

4. Nó volta de cunho

Esse nó é muito utilizado para atracar uma embarcação no porto, cais ou marina. Ele possibilita prender a proa ou popa do barco no gradeamento do cais. Para aprender a dar esse nó de marinheiro é preciso ter um gancho de fixação, pois você precisará passar a corda por ele, simulando uma atracagem. 

O nó volta de cunho é bastante resistente e firme, também pode ser desfeito com facilidade. Mas para desfazê-lo rapidamente, é muito importante compreender como ele é feito. Confira o passo a passo:

  1. Pegue uma das pontas da corda e passe em torno do gancho
  2. Antes de completar uma volta, lace uma das pontas do gancho formando uma outra volta
  3. Use a mesma ponta para laçar a outra ponta do gancho, formando um oito
  4. Faça pressão para prender o nó
no-volta-de-cunho
Nó volta de cunho: usado em atracagens

5. Nó lais de guia

Quer um nó bastante versátil? Use o nó lais de guia. Ele pode ser utilizado em diferentes situações e é bastante flexível. O mais interessante é que ele não aperta o objeto ao qual foi amarrado quando ele é pressionado. Por isso, ele forma uma espécie de “cordão”. 

Dentre todos os nós básicos que você aprendeu até aqui, esse é o mais complicado, pois é realizado em várias etapas. Mas depois que você pega o jeito, é difícil esquecer esse nó de marinheiro. Confira o passo a passo:

  1. Coloque a corda em volta do objeto que será amarrado ou no chão (caso a intenção seja criar um cordão para tirar e colocar com facilidade em um gancho)
  2. No meio da corda, faça uma dobra para formar um pequeno círculo
  1. Pegue a ponta e passe dentro do círculo pela parte debaixo
  2. Pegue a ponta e passe em torno da parte reta da corda
  3. Volte com a ponta dentro do círculo novamente
no-lais-de-guia
Nó lais de guia: um dos mais versáteis!

Leia também: Qual é o melhor tipo de lancha para passeio? 

Como desatar nó de marinheiro?

Cada nó é feito de uma forma diferente, por isso, é preciso saber qual é o tipo de nó para saber como desfazê-lo. Felizmente a maioria dos nós de marinheiro são bem fáceis de desfazer, pois a agilidade em desfazê-los é algo bastante importante. 

Qual é o melhor nó de marinheiro?

Existe uma infinidade de nós de marinheiro. Neste artigo ensinamos 5 deles, que são os básicos, mas existem muitos outros. Contudo, um dos nós mais versáteis é o nó de volta de cunho, que ensinamos nesse artigo. Ele é usado em diversas situações. Não é o mais forte e nem o mais fácil de fazer, mais é o mais versátil.

Leia também: Saiba como fazer manutenção no casco da lancha!

Qual é o nó mais forte?

Por incrível que pareça, o nó de oito é um dos mais fortes, embora seja muito fácil de fazer. Dependendo da espessura da corda e do que for amarrado, é possível suportar bastante peso.

Qual é o nó mais difícil de desatar?

Sem dúvidas, o nó de azelha é o mais difícil de desatar. Ele também é fácil de ser feito, mas é muito difícil de desatar, por isso é indicado para situações onde não há a necessidade de desatá-lo rapidamente, como em ancoragem de mochilas em platôs de paradas. 

Viu só, não é tão difícil aprender os nós mais usados pelos marinheiros! Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário. Siga a Marina Imperial nas redes sociais (Instagram e Facebook).

Veja mais posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro de novos posts

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit