Conheça a prática de mergulho e tudo sobre!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O que você vai ler neste post?

mergulho

O mergulho é uma das práticas esportivas mais conhecidas no mundo e há até uma categoria específica para ele nas Olimpíadas. Hoje em dia existem praticantes em todo o mundo, sendo que muitos deles não são profissionais e buscam no mergulho uma forma de se livrar do estresse e renovar as energias. 

Esse é um esporte muito libertador e que ainda possibilita ter um grande contato com a natureza e vida aquática. Portanto, é uma prática que todos deveriam experimentar um dia. Por isso, trouxemos todas as informações de que você precisa para começar, caso esteja pensando em iniciar no mergulho. Confira a seguir todas as informações e dicas de mergulho.

o-que-e-mergulho
Saiba o que é mergulho e tudo sobre essa prática!

O que é mergulho?

Mergulho é uma prática esportiva que consiste em submergir, com ou sem a utilização de um aparato especial de respiração. Existem diversas modalidades de mergulho, as mais comuns são recreativas, como o mergulho autônomo, mergulho livre, mergulho de apneia, entre outras denominações. 

Não há um consenso sobre quando o mergulho surgiu, mas ele é citado desde a Grécia Antiga, quando Homero e Platão já mencionaram a utilização de esponjas para banhos. Hoje em dia essa prática é vista como um esporte com modalidade em diversos eventos, como o Guinness e os Jogos Olímpicos, onde os praticantes testam a resistência embaixo da água ou saltam de plataformas altíssimas (10 metros de altura). 

Leia também: O que é náutica de recreio? Entenda a legislação!

Quais são os tipos de mergulho?

Existem várias modalidades de mergulho, sendo que as mais comuns são:

Mergulho livre

O mergulho livre é a modalidade em que o mergulhador não utiliza equipamentos de respiração subaquática. É uma modalidade que exige preparação física, controle emocional e capacidade pulmonar. Uma curiosidade sobre essa modalidade é o recorde de 24 minutos e 3,45 segundos sem respirar embaixo d’água conseguido por Aleix Segura em 2016. 

Mergulho autônomo

Nesta modalidade o mergulhador utiliza equipamento de respiração, por isso, pode ficar muito mais tempo embaixo d’água. Essa prática ainda se divide entre o mergulho técnico (com técnica de descompressão) e o mergulho recreativo.

Leia também: O que é wakeboard? Tudo sobre esse esporte aquático!

Mergulho técnico

É uma prática que utiliza diversas técnicas, dentre elas a técnica de mergulho descompressivo, que permite mergulhar mais a fundo. Essa técnica é realizada com o auxílio de equipamentos específicos que aumentam a oxigenação e a eliminação de nitrogênio. 

Mergulho recreativo

Também chamado de mergulho autônomo, consiste em mergulhar em águas rasas para admirar as belezas naturais, praticar o esporte e ter um momento de lazer embaixo d’água. Nesta prática o mergulhador utiliza cilindros de oxigênio, máscara de mergulho e trajes de mergulho, como nadadeiras, roupa de mergulho, entre outros itens.

Mergulho com apneia

É o mesmo que mergulho livre, pois consiste em mergulhar prendendo a respiração. Hoje em dia existem diversas técnicas para quem deseja realizar esse tipo de mergulho, sem ter que utilizar equipamentos para auxiliar na respiração. 

Há ainda outros tipos, como o mergulho militar, mergulho dependente, entre outros, que são mais técnicos e entram na categoria de mergulho profissional.

Leia também: O que levar em um passeio de barco? Checklist!

O que um mergulhador precisa?

Para a prática do mergulho recreativo, técnico ou profissional com mais segurança, deve ser utilizado diversos equipamentos específicos para mergulho. Confira a seguir quais são os equipamentos que você precisa para começar a mergulhar com segurança:

Cilindro de ar comprimido

É o cilindro de oxigênio utilizado para a prática de mergulho. Esse equipamento varia entre a quantidade de ar e também entre a pressão utilizada em seu interior. 

Regulador de pressão

Esse é o equipamento que possibilita respirar embaixo d’água, pois regula a pressão que sai do cilindro de ar comprimido. Além disso, permite que o gás seja conduzido por mangueiras até a boca do mergulhador. 

Leia também: Churrasco a bordo, tudo que você precisa saber!

Roupas específicas para mergulho

As roupas utilizadas pelos mergulhadores são mais do que isolantes térmicos (que impedem a perda de calor do corpo), elas também agem como uma proteção contra queimadura de corais, cortes de pedras e o contato com animais venenosos. O material mais utilizado nessas roupas é o neoprene. 

Manômetro e profundímetro

São dois medidores, o primeiro de pressão utilizado no cilindro de oxigênio (pode ser medido em PSI ou BAR) e o segundo é utilizado para medir a profundidade (em metros ou pés) em que o mergulhador se encontra embaixo d’água. 

Snorkel

É um dos equipamentos mais famosos na prática de mergulho. Consiste em um tubo com bocal onde o mergulhador pode respirar embaixo d’água em profundidade rasa, pois o tubo coleta oxigênio fora da água. 

Leia também: Tudo que você precisa saber sobre uma moto aquática!

Faca de mergulho

É considerado um item de segurança para o mergulhador, pois caso ele fique enroscado em uma corda, rede ou linha de pesca, pode facilmente se livrar dessa dificuldade. 

Nadadeiras

Este é o equipamento popularmente chamado de “pé de pato”. São as nadadeiras que permitem o deslocamento do mergulhador debaixo d’água. 

Cinto de lastro e colete equilibrador (BC)

Trata-se de um cinto com chumbo que compensa a flutuabilidade do mergulhador, que pode ser causada pela gordura corporal e pela roupa isolante. O colete equilibrador também possui essa função. 

Lanterna

A lanterna é obrigatória para mergulhos noturnos, pois possibilita realizar essa prática com mais segurança. Além disso, para auxiliar na visibilidade e na visualização de tocas, a lanterna também pode ser utilizada durante o dia. 

Esses são os itens que configuram um equipamento de mergulho profissional. Mas dependendo de cada prática é possível que determinado equipamento seja incluído ou até retirado dessa lista. 

Leia também: O que é o estilo de vida náutica? Conheça agora!

Como praticar mergulho?

Se você é iniciante no assunto, precisa saber que existem várias formas de praticar mergulho, podendo ser com o auxílio de um profissional, em passeios turísticos com equipes de mergulho ou até mesmo em passeios de lancha. 

O ideal, para quem está começando, é realizar essa prática com um profissional, pois assim você pode tirar todas as dúvidas e realizar a prática com o máximo de segurança. Mas se você já realizou o Curso de Mergulho Básico, que é essencial para mergulhar com o equipamento SCUBA (equipamento de mergulho profissional), você pode mergulhar sozinho ao realizar um passeio de lancha.

Quem é mergulhador profissional ou mesmo já possui essa certificação, pode inclusive alugar uma lancha para praticar esse esporte. Além de toda experiência incrível que é navegar, você poderá fazer isso em locais como rios, lagos e até o mar. 

Aqui na Marina Imperial você pode contratar o serviço de locação de lanchas. E se você já possui uma embarcação, nós também oferecemos serviços especializados para barcos de pesca, jet skis e lanchas. Conheça nossa marina em Caraguatatuba, SP!

Há riscos em mergulhar?

Sim, a prática de mergulho pode oferecer alguns riscos, principalmente no caso do mergulho livre, que é realizado sem equipamentos de mergulho. Os riscos do mergulho incluem:

– Geração de bolhas de nitrogênio no corpo (nitrogênio residual), caso o gás não seja eliminado por completo após o mergulho (problemas de saúde, práticas de mergulho consecutivas e subida rápida durante o mergulho podem causar essas bolhas).

Embolia traumática caso o ar fique bloqueado nos pulmões e não seja expelido suficientemente durante a subida. Com a diminuição da pressão, os pulmões podem até estourar se o mergulhador não fizer um retorno devagar e sem prender a respiração.

– A narcose é outro problema gerado pelo nitrogênio no organismo do mergulhador. Quando em excesso (ocorre principalmente em mergulhos muito profundos), causa desorientação, euforia e efeitos semelhantes ao álcool.

– Os ataques de animais, no caso de mergulhos marinhos e em rios, também é um risco que deve ser considerado. Principalmente os mergulhos no mar, que podem ser alvo de ataques de tubarão. Além disso, os mergulhadores podem sofrer lesões como queimaduras de águas vivas, machucados causados por ouriços do mar ou raias, entre outros. 

– O mergulho livre traz como risco o afogamento, que pode ocorrer quando o mergulhador prende a respiração por muito tempo embaixo d’água e acaba perdendo a consciência. Dessa forma, os pulmões se enchem de água e, caso não seja socorrido a tempo, o afogamento se torna fatal.

Leia também: Quais são os tipos de pesca? Saiba agora!

Como usar o equipamento de mergulho?

Cada equipamento deve ser utilizado de uma forma específica, pois é considerado o peso do mergulhador, a gordura corporal e até mesmo o local de mergulho. Isso tudo o mergulhador aprende no curso básico para mergulho. 

No caso do snorkel, que é um equipamento simples de mergulho utilizado em práticas com pouca profundidade, as dicas para utilizar o equipamento são:

  • Prenda os cabelos (se forem longos)
  • Molhe o rosto antes de fixar a máscara 
  • Certifique-se de que o equipamento está firme no rosto
  • Prenda o snorkel na máscara do lado que preferir
  • Coloque o suporte na boca (entre os dentes e vedando com os lábios)
  • Respire com calma, suavidade e profundidade
  • Se o snorkel encher de água, sopre com força para a água sair

Leia também: Quais são os serviços oferecidos por uma marina?

Quanto custa para fazer um mergulho?

Como existem várias modalidades de mergulho, os custos variam muito. Mas a prática mais simples, que é chamada de mergulho de batismo, custa entre R$ 150,00 a R$ 350,00. Trata-se de um mergulho recreativo realizado com a ajuda de instrutores de mergulho. Nesta prática, que dura alguns minutos ou horas, a pessoa pode experimentar pela primeira vez o mergulho recreativo.

Mas no caso de quem quer fazer o mergulho autônomo, é preciso considerar os custos com a compra do equipamento de mergulho, valor cobrado pelo instrutor e os custos com aluguel de lancha, quando a intenção é mergulhar longe das margens do rio ou mar. 

Como praticar mergulho em Caraguatatuba?

Por fim, se você estiver a passeio por Caraguatatuba SP ou no Litoral Norte de São Paulo, saiba que em Caraguá há diversas empresas que oferecem o mergulho recreativo. Em todo caso, se você é mergulhador profissional ou certificado para utilizar o equipamento de mergulho completo, você poderá realizar essa prática no mar com o auxílio de uma embarcação.

Venha para a Marina Imperial escolher uma lancha para seu mergulho em Caraguatatuba. Você não irá se arrepender de mergulhar nessa região, que é rica em belezas naturais e muita biodiversidade aquática. 

Gostou dessas informações sobre mergulho? Então deixe seu comentário. Aproveite para ver mais dicas no Facebook e Instagram

5/5 - (5 votes)

Veja mais posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro de novos posts

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit