Como escolher a lancha certa para você?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O que você vai ler neste post?

Como escolher a casa certa para você?

Como já vimos em artigos anteriores, existem diversos tipos de lanchas. Neste artigo, vamos dar dicas de como escolher a lancha certa para você. 

Se liga, só!

Quem nunca sonhou com esse cenário: águas quentes e claras, areia branca, muito sol e resorts de luxo. Estes são alguns dos aperitivos que atraem milhares de turistas ano após ano para as famosas praias paradisíacas.

Se você é do tipo que em qualquer folga na rotina de trabalho foge para o litoral, lagoas e cachoeiras com a família ou amigos, já pensou em comprar uma lancha?

Para quem é amante destes esportes e deseja aproveitar as férias no mar em família com conforto e estilo, opções de lugares não faltam. Só está faltando escolher a lancha ideal para você realizar o passeio dos sonhos.

Como escolher a lancha certa?
Vai comprar sua própria embarcação? Saiba aqui como escolher a lancha certa e desfrutar do melhor de suas navegações

Qual o melhor modelo de lancha?

Podemos dizer que não existe um modelo de lancha ideal, vai depender do seu gosto, do seu estilo, do tamanho que você procura e, principalmente, do seu objetivo. 

Mas, para te ajudar, vou dar algumas dicas de como escolher a lancha certa para você.

As lanchas offshores, por exemplo, possuem motores potentes e navegam, normalmente, com o dobro da velocidade das convencionais sem abrir mão do conforto e do requinte.

Então, se você curte passeios mais radicais essa opção é perfeita para você.

Já as lanchas de pesca são completamente diferentes. A maior vantagem deste tipo de lancha é a navegação segura. No entanto, o conforto é uma de suas principais desvantagens. 

Diferente de outros barcos, o modelo de pesca comporta a metade do número de pessoas que as outras lanchas.

E os modelos não param por aí! Existem ainda outros modelos de lanchas. As com flybridge lidera no ranking de preferência dos amantes de barcos. 

Mais bonita e espaçosa, é ideal para aqueles que prezam por mais conforto e requinte, com vasto aproveitamento externo proporcionado pelo fly.

Se você curte passeios mais curtos, então você pode optar, sem dúvida nenhuma, pela lancha com proa aberta. Agora, se você gosta mesmo é de dar um rolê em alto mar e conhecer lugares maravilhosos com a família toda, as lanchas com cabine são as mais indicadas para quem curte fazer esse tipo de passeio. 

Elas, além de oferecerem mais conforto, podendo transportar crianças pequenas e idosos, é perfeita para ser usada nos finais de semana.

Viu só? São diversos modelos para você optar pelo que mais combina com você.

Como escolher uma lancha usada?

Na hora de navegar com segurança é importante avaliar o sistema elétrico e a propulsão, principalmente se a lancha já tiver sido usada por outras pessoas. 

Se preferir, peça ajuda de um profissional para observar, ainda, as bombas de porão e as luzes de navegação.

Bombas e outros itens

Não se esqueça de avaliar se as bombas também estão funcionando corretamente. 

Aproveite para observar os sanitários, tanques, braçadeiras, conexões e mangueiras. Guarda-mancebos precisam estar firmes e gaiutas e vigias devem estar bem vedadas.

Casco

Na hora de escolher a sua embarcação, observe atentamente a profundidade do casco. Isso porque essa medida depende do tipo de água onde se pretende navegar. 

No caso de águas rasas, por exemplo, a profundidade deve ser em torno de 1,70 m.

Avaliação minuciosa

Quando optar por adquirir uma lancha usada, faça uma avaliação minuciosa do casco e fique atento a possíveis vazamentos, arranhões e trincas.

Isso serve para evitar futuros transtornos e dores de cabeça. 

A descoberta da existência de danos após fechar negócio pode demandar serviços de reparo que podem ser demorados e custosos.

Qual o custo para manter uma lancha?

Mas, afinal, qual o custo para manter uma lancha? A resposta é simples! Varia de acordo com as características da embarcação. 

Da mesma forma que precisamos dos documentos para os nossos carros, com as embarcações também acontece o mesmo. E isso, você sabe, gera alguns custos.

Documentos necessários

Só para a retirada de documentos o valor varia de R$400 a R$ 800 reais. É isso mesmo! É que um barco que mede entre 30 a 40 pés, vai exigir o título de inscrição de embarcação, o termo de responsabilidade e o seguro obrigatório de danos pessoais causados por embarcações e a carteira de habilitação.

Caso você não saiba, o órgão fiscalizador de embarcações é a Capitania dos Portos.

No caso de uma lancha nova, você deve apresentar e portar documento provisório de propriedade até receber o título de inscrição oficial. Se o veículo for usado, deverá providenciar a inscrição da embarcação. Ao fazer isso, você evita apreensão e multas.

Fora isso, é preciso somar o preço dos cursos de Arrais Amador, que em SP chega a mais de R$ 1200 reais.

Seguro do barco

Além do seguro obrigatório, é importante o responsável fazer o seguro do barco, para ficar tranquilo mesmo diante de imprevistos. O preço pode variar de 0,5 a 2% do valor da lancha. O preço também é definido de acordo com o tipo e o valor da embarcação, material do casco, ano de construção, tamanho, propulsão e onde vai ficar.

Os custos para guardar o barco também sofrem variações. Tudo vai depender de como está a disponibilidade de vagas em relação à demanda e também os serviços oferecidos. 

No Brasil, a média mensal é de R$ 50 reais por pé da embarcação. Portanto, se a sua lancha tem 30 pés, o preço de uma vaga de guarda vai custar em média R$ 1500 por mês.

Manutenção

O custo das manutenções para barcos médios e pequenos gira em torno de R$ 800 reais e o motor é o que mais necessita de atenção e frequente manutenção. 

Até porque é altamente recomendado fazer as revisões corretamente e sempre ficar de olho no sistema de refrigeração, baterias, bombas, geradores e painel elétrico. 

Vale lembrar que, antes de viajar, é importante observar o casco para verificar a presença de algum dano que precise ser restaurado.

Leia também: Dicas de conservação da Embarcação

Qual é o combustível de lancha?

Tá aí uma pergunta que muitos não sabem, mas lanchas de menor porte e utilizadas com certa frequência pedem um motor a gasolina, enquanto embarcações maiores e mais pesadas, que irão transportar mais pessoas e percorrer longas distâncias, podem encontrar no motor a diesel a melhor opção.

Agora você já pode calcular quanto custaria para manter o barco dos seus sonhos e como escolher a lancha certa para você e sua família neste momento. 

É só fazer a escolha certa e viver momentos inesquecíveis que nenhum outro equipamento de lazer e convivência conseguiria proporcionar.

Venha conhecer a Marina Imperial! Aqui, além da venda de embarcações, oferecemos a locação de lanchas, proporcionando a você uma experiência única e com total sofisticação.

E aí, este artigo foi esclarecedor para você? 

Se você ainda está com alguma dúvida deixe seu comentário aqui para nós.

Acompanhe também nossas redes sociais – Facebook e Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais posts

Fique por dentro de novos posts

Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit